Lyla_Molko

Marília Martins, 26, Feminino, Brasil
musiqueindieegeste.blogspo…Última visita: 2 horas atrás

285041 execuções desde 7 Set 2006

900 Faixas preferidas | 4 Posts | 0 Listas | 18 mensagens

  • Adicionar
  • Enviar mensagem
  • Deixar recado

Seu grau de compatibilidade musical com Lyla_Molko é Desconhecido

Crie seu próprio perfil musical

Últimas faixas

StrahanYour Kingdom Come ontem à noite
StrahanYou're the Dawn ontem à noite
StrahanVineyard ontem à noite
StrahanTime for a Change Again ontem à noite
City and ColourThirst 26 Jul 16h20
Sufjan StevensTahquamenon Falls 26 Jul 17h38
TravisSomething Anything 26 Jul 16h41
PinbackSediment 26 Jul 16h16
StrahanPosters ontem à noite
TyphoonPossible Deaths 26 Jul 17h32
Ver mais

Caixa de mensagens

Deixe um comentário. Faça login na Last.fm ou registre-se.
  • filipeavelar

    Tu entrou na parte estranha da lista hahah. Mas gostei do ator também, achei o filme um pouco arrastado, poderia ter sido mais dinâmico, falando em estranho descobri um som muito estranho, tô escutando uns trem diferente, hoje tava até escutando música nativa americana, tambor apache, sioux, mas nada comparado com isso. Muslimgauze

    Ontem 00:39 Responder
  • Pedreelowl

    São muito fodas. Esqueci de Everyday Is Like Sunday, gosto ainda mais dela que essas duas aí. Mas são minhas 3 preferidas. Pô, jurava que c tinha ido, perguntei de mera formalidade. Foi muito bom, sim. Agora falta ver o Johnny Marr... (Oh! Verdade... Isso mostra que você tá melhorando ainda mais seu gosto musical.)

    Ontem 00:31 Responder
  • filipeavelar

    Haha! Maravilha, vou acabar ela semana que vem, nas férias! Sabia que tu iria indicar a trilogia do Iñárritu em alguma lista, vou ver de novo porque tem tempo que não vejo, e memento, memento é incrível,tá entre meus favoritos. Remember Sammy Jenkins

    28 Jul 22h13 Responder
  • filipeavelar

    Mas melhorou né? Me manda outra depois, minhas aulas voltaram hoje mas semana que vem tô de férias do trampo, aí se tiver mais alguns pra indicar, aceito!

    28 Jul 19h12 Responder
  • filipeavelar

    hahah é do http://www.savagechickens.com/ , acompanho tem bastante tempo e curto muito o humor dele.

    26 Jul 16h10 Responder
  • Pedreelowl

    Pô, c favoritou minhas duas músicas preferidas do Morrissey aí. C foi no show dele aqui em BH?

    26 Jul 3h15 Responder
  • filipeavelar

    Poh, que bom que gostou! Os prisioneiros são o filme hahah, primeira vez que eu vi eu ri muito dos apelidos que deram pros guardas, hitlerzinho, cavalo doido, walkie talkie HAHAHHA Terminei o chungking, o cara do abacaxi eu tava gostando dele, achei que ia voltar e mostrar o que aconteceu com ele e com a "loira" e nadaaa hahahah Poh, terminou e eu fiquei assim, esperando.

    25 Jul 20h32 Responder
  • filipeavelar

    Quase que não acho o Chong Qing Sen Lin no piratebay hahah, no imdb tá Chung Hing sam lam, consegui por chungking express, amores expressos em português. Adaptações de nomes sempre fodendo hahahahh

    22 Jul 20h54 Responder
  • filipeavelar

    Muito bom o grande hotel né, terminei o cold souls, curti desde o primeiro minuto que colocam a frase do descartes, que a alma é uma pequena glândula no centro do cérebro,se referindo à glândula pineal, e aí a alma do paul giamatti é um grão de bico hahah. Muito foda a sincronicidade, te passei o enter the void que fala muito disso, pelo dmt como molécula da alma que suspeitam que seja produzido na glândula pineal. Curti o paul giamatti fazendo papel dele mesmo hahah, gostei muito do filme

    22 Jul 20h49 Responder
  • filipeavelar

    Could Souls agora, penúltimo da lista.

    22 Jul 1h32 Responder
  • filipeavelar

    Marília, sério, curti muito o filme. Um porque sou apaixonado pela cultura japonesa, os locais onde gravaram eram lindos, aquele jardim daquela casa onde eles se beijam é fantástico, e o filme muito legal, tava esperando algo do tipo like crazy quando tu falou hahah, adorei o filme.

    22 Jul 1h31 Responder

Sobre mim

Não sou nada.
Nunca serei nada.
Não posso querer ser nada.
À parte isso, tenho em mim todos os sonhos do mundo [...]

Que sei eu do que serei, eu que não sei o que sou?
Ser o que penso? Mas penso tanta coisa!
E há tantos que pensam ser a mesma coisa que não pode haver tantos!
Gênio? Neste momento
Cem mil cérebros se concebem em sonho gênios como eu,
E a história não marcará, quem sabe?, nem um,
Nem haverá senão estrume de tantas conquistas futuras.
Não, não creio em mim.
Em todos os manicômios há doidos malucos com tantas certezas!
Eu, que não tenho nenhuma certeza, sou mais certo ou menos certo?
Não, nem em mim...
Em quantas mansardas e não-mansardas do mundo
Não estão nesta hora gênios-para-si-mesmos sonhando?
Quantas aspirações altas e nobres e lúcidas -
Sim, verdadeiramente altas e nobres e lúcidas -,
E quem sabe se realizáveis,
Nunca verão a luz do sol real nem acharão ouvidos de gente?
O mundo é para quem nasce para o conquistar
E não para quem sonha que pode conquistá-lo, ainda que tenha razão.
Tenho sonhado mais que o que Napoleão fez.
Tenho apertado ao peito hipotético mais humanidades do que Cristo,
Tenho feito filosofias em segredo que nenhum Kant escreveu.
Mas sou, e talvez serei sempre, o da mansarda,
Ainda que não more nela;
Serei sempre o que não nasceu para isso;
Serei sempre só o que tinha qualidades;
Serei sempre o que esperou que lhe abrissem a porta ao pé de uma parede sem porta,
E cantou a cantiga do Infinito numa capoeira,
E ouviu a voz de Deus num poço tapado.
Crer em mim? Não, nem em nada. [...]


(CAMPOS; Álvaro de. "Tabacaria")



Grupos (14)

Ver mais